Talvez nunca tenha pensado nisto, mas até mesmo o ar da sua casa pode estar poluído: a pintura das paredes, a cola presente nos móveis, o excedente de produtos de limpeza, as bactérias escondidas nos tapetes ou carpetes. Tudo isto deixa substâncias irritantes ou, em alguns casos, substâncias tóxicas no ar.

Uma solução passaria por ter plantas de interior em cada divisão. Além de serem bonitas e decorativas, as plantas podem ser as nossas melhores aliadas contra a poluição da casa.

De acordo com um estudo realizado pela NASA, de facto, certos tipos de plantas têm a capacidade de remover substâncias nocivas para o organismo, como por exemplo, o formaldeído, o tricloroetileno e o benzeno.

Aqui está uma breve descrição das plantas com propriedades purificantes que melhor se enquadram na cultura de interior.

A Sansevieria trifasciata laurentii, ou «língua da sogra», é a planta antipoluição por excelência. A Sanseviéria pertence à família das suculentas e possui folhas altas, irregulares e erguidas; é uma planta que requer pouca manutenção porque não precisa de muita água e é raramente atacada por parasitas. Durante a noite, filtra as substâncias tóxicas presentes no ar e transforma o dióxido de carbono em oxigénio.

A Spathiphyllum, «flor da lua», uma planta de porte elegante com folhas verde escuro lanceolado que, para além de purificar o ar do formaldeído, do benzeno e do tricloretileno, liberta um perfume delicado durante a floração.

A Epipremnum Aureum, ou Pothos, é uma árvore com folhas perenes muito resistente e exuberante. É bastante decorativa, sobretudo se for colocada em vasos suspensos. É particularmente eficaz para remover o benzeno e o monóxido de carbono.

A samambaia de Boston, ou samambaia rústica, tem a propriedade que lhe permite livrar-se do formaldeído. É uma planta com um porte elegante que prefere ambientes escuros e húmidos e, consequentemente, perfeita para casas de banho, sobretudo se for colocada em vasos suspensos.

A Philodendron faz parte da família das plantas trepadeiras com folhas perenes, de origem tropical. De entre inúmeras variedades, encontramos a Scandens Oxycardium, a Philodendrum Domesticus e a Philodendrum Selloum, que possuem a fantástica capacidade de eliminar o formaldeído do ar em apenas 24 horas.

A Ficus Benjamina é uma planta com um caule lenhoso, ramos finos e variedade de folhas verde claro com forma oval. Pode tornar-se muito grande e é extremamente útil para remover substâncias nocivas libertadas pelos móveis e tapetes.

As dracaena, ou «bambu da sorte» (Lucky bambou), são originalmente plantas tropicais e possuem caules lenhosos a partir dos quais crescem rebentos de folhas finas verdes finas lanceoladas. São particularmente úteis para remover o tricloretileno, mas certifique-se de que escolhe a variedade correta de entre tantas no mercado; as variedades adequadas são Janet Craig, Deremensis Warneckii e Dracaena marginata.

Estas são algumas plantas apropriadas para purificar o ar da casa; a lista não é certamente exaustiva, mas agora, quando decidir comprar uma planta de interior, para além de conhecer as dicas para mantê-la saudável e florescente, verifique igualmente que é útil para manter o ar que respira em casa puro e fresco.