Se tem a intenção de renovar a sua casa nos próximos meses, terá inevitavelmente de decidir que cores usar. Talvez esteja indeciso relativamente às várias tonalidades, ou tenha dúvidas sobre o efeito de uma cor numa divisão da casa.”

Antes de decidir, poderá ser útil dar uma olhada às novas tendências de cores para decoração de interiores. Vejamos então quais as cores da moda em 2020 e as combinações aconselhadas.”

 Azul, a cor do ano 2020

Comecemos pela cor do ano que, segundo o Instituto Pantone e o fabricante de tintas Sherwin-Williams, é o azul.”

Do azul-bebé de gradação pastel até ao azul-marinho intenso e profundo, esta cor é um clássico que se pode declinar em todos os estilos sem medo de falhar.”

Repousante, tranquilizante, versátil e elegante, o azul pode encher toda uma parede da sala, criando uma cortina cénica. Ou ser utilizado no quarto, na casa de banho ou nas despensas, para criar um surpreendente “efeito caixa”, ou seja, com todas as paredes em azul, incluindo o teto.”

Se não se sente com coragem para usar o azul nas paredes da sua casa, pode introduzir esta cor em peças que a evoquem de forma refinada: almofadas, cortinados, divãs ou poltronas, uma seleção de objetos.”

O azul combina bem com os castanhos quentes, os laranjas, o ocre e o terracota, mas também com os cinzentos, os brancos “sujos” e o preto.”

Cor champanhe para interiores vaporosos

Há muitos anos que as cores neutras estão na crista da onda, sendo perfeitas para aqueles que apreciam uma certa sobriedade nos interiores. Em 2020, continua o declínio dos cinzentos a favor dos beges, mais quentes e envolventes. Entre estes, destaca-se a cor champanhe, uma tonalidade muito procurada para interiores elegantes e vaporosos, graças aos seus reflexos de ouro e prata. ”

Os amantes do requinte vêem a cor champanhe como a base ideal para interiores tom sobre tom, caracterizados pela presença de mobiliário e acessórios em materiais naturais como a madeira, as fibras vegetais, o couro e tecidos como o linho, lã e o algodão.”

Para os que preferem os contrastes cromáticos, a cor champanhe dialoga de forma perfeita com o azul, o preto, o castanho escuro, o verde, o roxo e o bordeaux.”

O verde sempre no top

Esta cor marca sempre presença no top five das cores da moda.

Proposta em várias tonalidades nos últimos anos, do verde-floresta intenso e misterioso ao verde-sálvia dessaturado, em 2020, esta cor apresenta-se na veste brilhante e luminosa do verde-menta. Uma cor fresca e vibrante, adequada aos ambientes juvenis, sobretudo se combinada com cores vivas, como o laranja Cantaloupe ou o Cassis – um roxo-framboesa. ”

Uma versão um pouco mais sóbria é proposta pelo Global Aesthetic Center da AkzoNobel como cor do ano. O seu nome é Tranquil Dawn e, com efeito, esta cor, uma mistura entre cinzento, azul e verde, infunde calma, tranquilidade e equilíbrio. Pode usá-la em combinação com outras cores pastel ou com cores juvenis e pop, ou então como contraponto em ambientes dominados pelo azul-marinho, juntamente com o azul-bebé, para uma combinação original e muito atual.”

O regresso do cor-de-rosa

Obsessão de toda uma geração, há alguns anos que o Millennial pink foi posto de parte, mas não inteiramente. Na verdade, foi frequentemente utilizada como cor complementar, em combinações com outras cores, ou modificada em gradações de laranja ou roxo. Se dificilmente assistiremos de novo a ambientes decorados em “total pink”, como no passado, não é de excluir um regresso da velha chama para os amantes irredutíveis do cor-de-rosa. ”

Basta dar uma olhada ao catálogo da Benjamin Moore para nos darmos conta de que a cor do ano, para o fabricante de tintas, é mesmo o cor-de-rosa. Trata-se de um rosa pálido e dessaturado, proposto como alternativa ao branco ou ao bege, para pintar paredes inteiras.”

As combinações propostas, para um equilíbrio cromático perfeito, são com um rosa mais saturado e um castanho escuro frio, ou com um avelã combinado com o clássico greige.”